Obesidade em cães: causas, sintomas e tratamentos

Compartilhar no Facebook
Compartilhar no WhatsApp
Compartilhar no Twitter

A obesidade em cães é um problema mais comum do que imaginamos. Um estudo feito em 2018 mostrou que 56% dos animais de estimação estão acima do peso ideal.

A obesidade pode resultar em sérios efeitos adversos à saúde que podem reduzir a vida útil do cão.

A obesidade canina também está associada a vários problemas de saúde importantes, incluindo diabetes, doenças cardíacas e artrite. Portanto, manter um peso corporal saudável do seu cachorro, pode ter um impacto significativo em sua qualidade de vida.

Leia esse artigo completo e saiba mais sobre as causas, sintomas, fatores de risco e o plano de ação para a obesidade canina.

Causas da obesidade em cães

Obesidade em cães: causas, sintomas e tratamentos

Alguns cães têm tendências fisiológicas para obesidade, mas na maioria das vezes os problemas de peso é o resultado da junção de dois fatores: comer demais e se exercitar pouco.

A obesidade também se torna mais comum na velhice por causa da diminuição normal na capacidade de um cão se exercitar, devido a artrite e / ou outras condições.

Oferecer alimentos com alto teor calórico, guloseimas frequentes e sobras de mesa também pode intensificar essa condição.

Outras causas comuns incluem:

Como saber se o seu cão está acima do peso?

Como saber se o seu cão está acima do peso?

Observe os sinais abaixo e faça o teste em seu cachorro, assim você vai saber se ele realmente está acima do peso:

  • Verifique suas costelas – Sim, deve haver um pouco de gordura sobre a pela, mas você precisa sentir um pouco as costelas quando toca-las. Se você não conseguir encontrá-las, você tem um problema. Procure os osso principais do corpo do cachorro – pernas, coluna, ombros, quadris. Se você tiver problemas para encontrar um deles, é sinal de que seu cão está acima do peso.

  • Verifique sua respiração – Pode ser um problema se o seu cão estiver respirando pesadamente com pouco ou nenhum esforço ou estiver tendo problemas para fazer uma curta caminhada ou se recuperar de uma brincadeira ou pequeno exercício.

  • Verifique a base da cauda – Um pouco de gordura deve cobrir esta área, mas se você não sentir os ossos, é sinal de que seu cão está acima do peso.

  • Observe seu cão de cima – Sério, verifique a silhueta do cachorro de cima. Você consegue encontrar uma cintura? Você pode dizer onde as costelas terminaram e onde os quadris começaram?

  • Verifique sua “dobra abdominal” – A dobra abdominal é a área que fica atrás das costelas. Deve ser menor na parte da barriga. Um cão muito magro terá uma dobra mais severa, enquanto um cão obeso pode não ter nenhuma dobra ou seja – ser totalmente reto ou até mesmo estufado.

Se você observar atentamente o seu animal de estimação e notar que ele está obeso, agende uma consulta com seu veterinário. O médico fará um exame físico abrangente do seu cão, fará alguns exames de sangue e fará perguntas sobre seus hábitos e frequência alimentar. Em seguida, o veterinário pode ajudá-lo a criar um plano de perda peso realista, gradual e de baixo risco para seu amigo de quatro patas.

Como tratar a obesidade canina através da dieta?

Como tratar a obesidade canina através da dieta?

O tratamento da obesidade concentra-se na perda de progressiva a longo prazo. Isso é feito reduzindo a ingestão calórica do cão e aumentando seus níveis de atividade.

Seu veterinário pode ajudá-lo a criar um plano de dieta, plano de refeições e ingestão diária de calorias.

Alimentos ricos em proteínas e fibras alimentares, mas com baixo teor de gordura, geralmente são os alimentos recomendados para perda de peso, porque as proteínas estimulam o metabolismo e o gasto de energia.

A proteína também ajuda a dar uma sensação de saciedade, para que seu cão não sinta fome imediatamente após comer. A fibra alimentar também ajuda os cães a se sentirem cheios depois de comer, mas contém menos energia que as proteínas.

Como tratar a obesidade canina através de exercícios?

Como tratar a obesidade canina através de exercícios?

Aumentar a atividade física do cão é crucial para a perda de peso bem-sucedida. Tente caminhar por pelo menos 15 a 30 minutos, duas vezes por dia, e pratique brincadeiras de buscar objetos com ele. Existem várias maneiras de tornar seu passeio divertido e emocionante para você e seu cão.

Antes de iniciar um regime de atividades, consulte seu veterinário para verificar se seu cão está livre de condições relacionadas a obesidade, como artrite ou doenças cardíacas, pois elas podem dificultar nos exercícios.

Seja qual for o seu plano, esteja preparado para levar algum tempo até alcançar o objetivo desejado. Induzir a perda de peso a uma taxa superior a dois por cento do peso corporal total por semana, tem maior probabilidade de reduzir o tecido magro e levar ao ganho de peso novamente.

Lembre-se que esse jogo é de longo prazo. A maioria dos cães pode levar de oito a doze meses para atingir seus objetivos, embora precisem fazer dieta e se exercitar para manter sua nova forma saudável.

Como você mantém seu cão em forma e evita o excesso de peso? Deixe-nos saber nos comentários abaixo!

MOSTRE ESSE ARTIGO PARA MAIS PESSOAS!

Compartilhe no Facebook
Compartilhe no WhatsApp
Faça um Pin

VOCÊ TAMBÉM VAI QUERER DE LER SOBRE:

DEIXE SEU COMENTÁRIO ABAIXO:

SIGA NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK